Bibliotecas Nacionales del MERCOSUR: un estudio webmétrico en sus websites institucionales

Eduardo Silveira, Raffaela Dayane Afonso, Márcio Matias

Resumen


Objetivo. Se analizó el desempeño de los websites institucionales de las Bibliotecas Nacionales del MERCOSUR por medio de los indicadores webométricos: tamaño de website, luminosidad, visibilidad y factor de impacto en la web con logaritmo natural.

Método. Se trata de una investigación descriptiva con abordaje cuantitativo.

Resultados. Los resultados muestran que de las 12 bibliotecas nacionales de los países pertenecientes a este bloque económico, nueve poseen websites propios. En cuanto a los resultados webométricos, las bibliotecas nacionales que más se destacaron fueron las de Brasil y Chile, siendo Brasil la que figura en las tres primeras posiciones de los cuatro indicadores analizados y la de Chile en tres. Adicionalmente estos websites son los únicos con factor de impacto alto. Se observó que el website de la Biblioteca Nacional del Perú presentó bajo desempeño en todos los indicadores, quedando posicionado entre los tres últimos.

Conclusiones. El uso de webometria permite verificar las características y analizar las relaciones entre los websites de las bibliotecas nacionales del MERCOSUR. Se demostró que los websites de estas instituciones pueden servir como fuentes de información para medir su atractivo e impacto en la web.


Palabras clave


Bibliotecas Nacionales; Indicadores weométricos; MERCOSUR; Webmetría

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))

Referencias


ARAÚJO; E. A.; OLIVEIRA, M. de. A produção do conhecimento e a origens das bibliotecas. In. OLIVEIRA, Marlene de (org.) Ciência da informação e Biblioteconomia: novos espaços e conteúdos de atuação. 2. ed. Belo Horizonte: UGMF, 2011. Cap. 2.

BERNARDINO, M. C. R. Gestão da imagem organizacional da biblioteca pública na sociedade da informação: as bibliotecas polos do estado do Ceará. 2013. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) - Curso de Pós-Graduação em Ciência da informação, Universidade de Brasília, Brasília, 2013.

BIBLIOTECA NACIONAL (Argentina). Histórico. [2013?], Disponível em: http://www.bn.gov.ar/historia. Acesso em: 16 set. 2016.

BIBLIOTECA NACIONAL (Bolívia). História. [201?]. Disponível em: http://www.archivoybibliotecanacionales.org.bo/index.php/home/historia-abnb. Acesso em: 16 set. 2016.

BIBLIOTECA NACIONAL (Brasil). Histórico. [2014?]. Disponível em: https://www.bn.br/sobre-bn/historico. Acesso em: 16 set. 2016.

BIBLIOTECA NACIONAL (Chile). História. [201?]. Disponível em: http://www.bibliotecanacional.cl/615/w3-propertyvalue-38387.html. Acesso em: 16 set. 2016.

BIBLIOTECA NACIONAL (Colômbia). Acerca de la biblioteca nacional. [201?]. Disponível em: http://www.bibliotecanacional.gov.co/content/acerca-de-la-biblioteca-nacional. Acesso em: 16 set. 2016.

BIBLIOTECA NACIONAL (Peru). Nuestra historia. [2014?]. Disponível em: http://www.bnp.gob.pe/index.php/es/institucion/nuestra-historia. Acesso em: 16 set. 2016.

BJÖRNEBORN, L. Small-world structures across an academie web space: a library and. Small-world structures across an academie web space: a library and information science approach, Copenhagen, DK, 2004. Dissertacion (PHD in Informations Studies) - Department of Informations Studies, Royal School of Library and Information Science, Copenhagen, DK, p. 399, 2004.

BRASIL. Ministério das Relações Exteriores. Saiba mais sobre o MERCOSUL. 2016. Disponível em: http://www.mercosul.gov.br/saiba-mais-sobre-o-mercosul. Acesso em: 31 mar. 2016.

CAMPELLO, B. Introdução ao controle bibliográfico. 2. ed. Brasília: Briquet de Lemos, 2006.

CARVALHO, G. V. Biografia da Biblioteca Nacional (1807 a 1990). Rio de Janeiro: Irradiação Cultural, 1994. Disponível em: http://objdigital.bn.br/acervo_digital/div_obrasgerais/drg1229521.pdf. Acesso em: 01 set. 2016.

CASA DE LA CULTURA ECUATORIANA. Acerca de la biblioteca. [2016?]. Disponível em: http://www.casadelacultura.gob.ec/. Acesso em: 16 set. 2016.

CUNHA, P. R.; THEISS, V.; CARLI, S. B. Webometria: uma análise dos sítios eletrônicos das revistas científicas internacionais de contabilidade. Revista Ambiente Contábil. Natal. v. 5. n. 1, p. 21 – 38, jan. /jun. 2013

GOUVEIA, F. C. Novos caminhos e alternativas para a Webometria. Em questão. Porto Alegre, v. 18, Edição especial, p. 249 – 261, dez. 2012.

GRINGS, L.; DODEBEI, V. Bibliotecas Nacionais: memoria, história, conceitos. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 16., 2015. João Pessoa. Anais.... João Pessoa: UFPB: 2015. Disponível em: http://www.ufpb.br/evento/lti/ocs/index.php/enancib2015/enancib2015/paper/viewFile/2646/1221. Acesso em 01 set. 2016.

INGWERSEN, P. The calculation of web impacto factors. Journal of Documentation, v. 54, n.2., 1998. p. 236-243.

LANG, P. B.; GOUVEIA, F.C.; LETA, J. Relações intra-institucionais na internet: um estudo exploratório com base em metodologias webométricas. Perspectiva em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 13, n. 3, p. 137-150, set./dez.2008.

MEDEIROS, D. Bibliotecas nacionais do continente americano sob a perspectiva dos serviços utilizando web 2.0 e web 3.0. 2015. Dissertação (Mestrado Profissional em Gestão de Unidades de Informação) – Curso de Pós-Graduação em Gestão da Informação, Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 2013.

OCHOTECO, M. et al. Biblioteca Nacional de Uruguay. 1992. Disponível: em:http://www.periodicas.edu.uy/Libros%20sobre%20pp/Batto_Fernandez_Souto_Jorge_Biblioteca_Nacional_Uruguay.pdf. Acesso em: 08 set. 2016.

ROUSSEAU, R. Sitations: an exploratory study. Cybermetrics: International Journal of Scientometrics, Infometrics and Bibliometrics. v. 1, n. 1, p. 1-7, 1997. Disponível em: https://www.ischool.utexas.edu/~i385df04/readings/Rousseau-situations.pdf. Acesso em: 10 jun. 2016.

SILVA, I. C. O.; FERNANDES, T. B. O.; SOUZA, C. M. Análise de “sitações” dos programas de pós-graduação stricto sensu em Ciência da Informação do Brasi In: ENCONTRO BRASILEIRO DE BIBLIOMETRIA E CIENTOMETRIA, 5., 2016, São Paulo. Anais... São Paulo: USP, 2016.

SILVA, L.; VANTI, N. Análise webométrica das universidades públicas federais das regiões norte e centro-oeste do Brasil. Biblionline, João Pessoa, n. esp., p. 136-141, 2010.

SHINTAKU, M.; ROBREDO, J.; BAPTISTA, D. M. Webometria dos repositórios institucionais acadêmicos. Ciência da Informação. Brasília, v. 40, n. 2, p.312-326, maio/ago., 2011.

SMITH, A.G. A tale of two web spaces: comparing sites using web impact factors. Journal of Documentation, v. 55, n. 5, p. 577-592, 1999.

THELWALL, M. A comparison of sources of links for academic web impact factor calculations. Journal of Documentation, v. 58, n. 1, p. 66- 78, 2002.

THELWALL, M. Bibliometrics to webometrics. Journal of Information Science, n. 34, v. 4, p. 1-18, 2007.

VANTI, N. Da bibliometria à Webometria: uma exploração conceitual dos mecanismos utilizados para medir o registro da informação e a difusão do conhecimento. Ciência da Informação, Brasília, v. 31, n. 2, p. 152-162, maio/ago. 2002.

______. Os links e os estudos webométricos. Ciência da Informação. Inf., Brasília, v. 34, n. 1, p.78-88, jan. /abr. 2005.

______. Mapeamento das instituições federais de ensino superior da região nordeste do Brasil na web. Informação e Informação, Londrina, v. 15, n. 1, p. 55 - 67, jul. /jun. 2010a.

______. A presença das universidades públicas federais brasileiras na web. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 11., 2010b. Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: Enancib, 2010b.

VANTI, N.; COSTA, J. A. F.; SILVA, I. C. O. da. Nova fórmula revisada para o cálculo da fator de impacto web (FIW). Liinc em Revista. Rio de Janeiro, v. 9, n.1, p. 228-236, maio 2013.

VITULLO, N. A.V. Links hipertextuais na comunicação cientifica: análise webométrica dos sítios acadêmicos latino-americanos em Ciências Sociais. 2007. 209 f. Tese (Doutorado em Comunicação e Informação) – Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Informação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2007.




DOI: https://doi.org/10.5195/biblios.2019.375

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.




Copyright (c) 2019 Eduardo Silveira, Raffaela Dayane Afonso, Márcio Matias

Licencia de Creative Commons
Este obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento 4.0 Internacional.